Dor de cabeça na criança

Home » Qualidade de Vida » Dor de cabeça na criança
cefaleia

A dor de cabeça é a causa mais comum de dor na infância, com alto risco para tornar-se crônica e persistente na idade adulta. A prevalência estimada da cefaleia na infância é de 58%, sendo que a enxaqueca é responsável por 7-9% dos casos.

A enxaqueca na infância é frequente entre os meninos até os sete anos de idade; dos sete aos onze anos a frequência é igual nos dois gêneros; e, após os onze anos predomina nas meninas.

A incapacidade que a enxaqueca causa durante e entre as crises leva à redução da participação da criança nas atividades familiar, social e escolar e ao comprometimento dos aspectos psicológicos, gerando um impacto negativo na qualidade de vida.

A cefaleia na infância está associada com a diminuição da qualidade de vida relacionada à saúde em vários domínios, incluindo o estado social, psicológico, físico e pode influenciar as atividades escolares. Crian­ças com cefaleia frequentemente interrompem as ati­vidades na sala de aula, faltam ou saem mais cedo da escola, deixando de participar das atividades educativas e recreativas.

O aumento da frequência da enxaqueca pode ter um impacto nos vários aspectos da vida diária, contribuindo para diminuição da qualidade de vida, enquanto que a redução da qualidade de vida por outros motivos sejam eles físicos, sociais ou emocionais, pode levar ao agravamento das crises de enxaqueca.

Acreditamos que avaliar a qualidade de vida é importante para identificar os efeitos que a doença causa em todos os aspectos da vida das crianças. E a partir de então inserir a criança aos tratamentos medicamentosos e não medicamentosos; dentre os não medicamentosos, podemos citar a eficácia da fisioterapia osteopática e do yoga, que quando efetuados fora das crises, ajudam consideravelmente na melhora da qualidade de vida das crianças.

Um abraço e até o próximo post.

Referência

Abu-arefeh I, Russell G. Prevalence of headache and migraine in school children. BMJ 1994; 309: 765–769.

Ferracini GC, Stuginski-Barbosa J, Speciali JG.  Instrumentos para avaliação de qualidade de vida relacionada à saúde em crianças com migrânea. Rev Dor 2010;11(2):154-160

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Contato





Nome

Email

Mensagem

Endereço

São José do Rio Preto

Rua Demétrio Elias Madi, 150/ Sala 8
São José do Rio Preto, SP

Tel: (17) 3022.0412
Whats (17) 99285.0216

Posts Recentes

Parceria

logo_prospecta